Dicas e Curiosidades



09.11.2017 - Projetos
4 dicas práticas para iluminar sua cozinha

Não adianta negar, mesmo quando a gente não quer, a cozinha é o ambiente mais querido da casa. É verdade que tentamos levar nossos visitantes para a sala, mas a conversa sempre termina na cozinha, seja para um jantar, ou até mesmo para um vinho e alguns aperitivos.

A cozinha agrega pessoas e torna o papo mais leve e informal.

É por isso que na hora de decorar a casa a cozinha merece uma atenção toda especial. E não estamos falando só nos móveis e utensílios, tudo começa com uma boa iluminação. Ela irá destacar todo o ambiente e o tornará ainda mais aconchegante e receptivo para todos.

Para pensar em uma boa iluminação para a cozinha é preciso considerar que ela tem que comprir duas funções ao mesmo tempo. A primeira é ser prática em sua função básica, a de iluminar os ambientes em que se está cozinhando ou realizando outros trabalhos. A segunda é aproximar as pessoas que estão no ambiente.

Pensando nisso, separamos quatro dicas práticas para você colocar a mão na massa e transformar a sua cozinha. Vamos a elas?

 

4 dicas práticas para iluminar sua cozinha

 

1ª - Iluminação direcionada

Se você quer mesmo destacar a sua cozinha, precisa pensar em opções de iluminação direcionada.  Use várias luminárias menores, pense em opções de iluminação usando trilhos, que podem ajudar você a focar lugares diferentes em ocasiões distintas, como por exemplo, iluminar a área do fogão para cozinhar ou da mesa de jantar na hora de chamar seus amigos. Além de prática, ela valoriza o espaço, ou seja, é perfeita para qualquer cozinha!

 

2ª - LED na cozinha

Sabe aquelas fitas de iluminação LED? Elas podem ser uma excelente ideia para destacar aqueles detalhes da sua cozinha. Elas são feitas de diversas cores, as recomendáveis são as de tons mais claros, como o amarelado, elas são sutis e cumprem muito bem o papel de iluminação discreta, que chama a atenção na medida certa.

Uma dica preciosa para usar as fitas de LED é aproveitar os vãos da cozinha, próximos à pia e entre os armários. Além de destacar o ambiente, eles serão úteis no dia a dia, exatamente como a decoração da cozinha deve ser: prática e funcional!

 

3ª - Harmonize a iluminação central com as auxiliares

Já que falamos de luzes auxiliares nos dois primeiros itens, o terceiro precisa dar destaque a iluminação central da cozinha. Muitas vezes nos apegamos tanto aos detalhes que esquecemos da luz principal do ambiente, este é um erro comum na hora de decorar todos os ambientes.

É importante ressaltar que a luz central tem a função de iluminar o ambiente como um todo, de preferência de maneira igual. Um segredo para aumentar seu alcance é optar por paredes e tetos claros, que amplificam a iluminação e dão mais claridade ao ambiente. Na hora de pensar na iluminação da sua cozinha é importante que a iluminação central e as auxiliares estejam em harmonia, não se sobreponham uma a outra ou os tons das luzes não tornam o ambiente confuso.

Por isso, pense sempre no projeto de iluminação como um todo, para depois se focar nos detalhes.

 

4ª - Luz natural: o grande segredo de toda boa cozinha

Esta é uma lembrança que você precisa ter sempre na cabeça ao pensar na cozinha. A luz natural precisa ser a estrela do ambiente. Ela é fundamental para toda cozinha, a torna mais confortável, alegre e ainda faz o ambiente parecer mais amplo. Para valorizá-la como merece, escolha vidros nas portas, janelas grandes e com boas aberturas aliadas a parede, piso e teto com tonalidades claras farão com que sua cozinha brilhe e seja um lugar muito confortável para se estar a qualquer hora do dia!

Com estas dicas para a iluminação da cozinha, você está preparado para transformar sua cozinha em um dos ambientes mais acolhedores que os seus amigos já viram, e você não vai querer sair de lá.